TopBarBannerDesk
TopBarBannerMobile
Informe seu CEP
Televendas: 4003-2020|
Nossas Lojas|Atendimento
Informe seu CEP

Carrinho

Institucional / Políticas / Televendas

Quem somos

Fundada em 2000, em Maceió, como uma pequena loja de material de construção e focada apenas em hidráulica e elétrica, a Carajás logo se destacou por seus valores, baseados na gestão centralizada no cliente, na humildade e integridade em suas relações.

A partir dessas características, em 2007, quando Maceió ainda não tinha home centers, devido à facilidade de a Carajás entender o que, de fato, o cliente precisa, foi percebida uma demanda reprimida, que gerou a necessidade de expansão do negócio.

Dessa forma, nasceu a Carajás Home Center, com a inclusão de novos itens e soluções completas para quem deseja construir, reformar e decorar, no formato em que a varejista é reconhecida hoje.

O sucesso da primeira unidade, na capital, foi replicado para mais duas lojas em Alagoas, localizadas em Arapiraca e Mangabeira, tornando a Carajás líder no segmento no estado.

Com a intenção de levar a melhor qualidade de atendimento do varejo da construção para outros estados da Região Nordeste, a Carajás Home Center realizou um processo de crescimento estruturado, de maneira profissional, adaptada às demandas regionais e mantendo os valores que conquistaram a preferência e a confiança dos alagoanos.

Pouco a pouco, a presença da Carajás foi sendo ampliada no Nordeste e, hoje, além de Alagoas, a Carajás Home Center está presente nos estados da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí, empregando cerca de 3 mil pessoas, com o total de 13 unidades, sendo 11 lojas e dois Centros de Distribuição.

Com um portfólio rico de produtos, com mais de 20 mil SKUs, a profissionalização da gestão e com o habitual atendimento personalizado e próximo do consumidor, a Carajás torna-se reconhecida como um dos maiores e mais importantes centros de compras do Nordeste, além de referência no varejo brasileiro, na 6ª posição do ranking nacional das lojas de material de construção da revista Anamaco.

Whatsapp